7 Dicas – Como se Tornar Designer Gráfico Freelancer SEM Perder Seu Emprego

Então você está pensando em dar início a uma nova carreira e quer saber como se tornar Designer Gráfico Freelancer?

Porém, você não pode se dar ao luxo de trabalhar e fazer uma faculdade durantes 5 anos, isso se você não for reprovado em nenhuma matéria, você também não quer encarar uma rotina cansativa como essa:

Trabalho e faculdade, de segunda a sexta. Quando se tem alternativas muito melhores disponíveis para se profissionalizar a aprender a como se tornar designer gráfico freelancer.

… e quem sabe, conseguir o seu diploma e entrar no mercado de trabalho sem saber o que realmente as empresas e clientes exigem de um designer gráfico profissional.

Não se preocupe, você não está sozinho...

More...

Muitas pessoas em 2019 estão iniciando sua carreira de designer gráfico de maneira flexível, que lhe permitam continuar no seu emprego atual e conseguir seu primeiro job (trabalho) como designer freelancer em poucos meses.

Vários cursos intensivos e específicos em determinadas áreas do design surgiram para lhe ajudar com esse problema…

Aqui mesmo na Escola Design você pode se especializar e se tornar designer gráfico freelancer estudando apenas 30 minutos por dia, e em apenas 2 meses estará fazendo alguns jobs e conseguindo uma renda extra.

Além de contar com professores que lecionam em faculdades de renome e atuam no mercado de trabalho, você ainda recebe um certificado comprovando a sua profissionalização nos cursos da Escola Design.

Não se trata de apenas teoria, aqui você executa projetos reais, semelhantes aos que você irá encontrar na vida real, depois de se tornar designer gráfico freelancer.

como se tornar designer gráfico

Como se Tornar Designer Gráfico Freelancer e Suas Habilidades

Já se perguntou do que você realmente precisa para estar pronto e seguir nessa carreira brilhante? 

Nesse artigo vamos olhar para algumas frases típicas de empresas que buscam contratar um profissional de designer.
 
Após ler esse artigo você aprenderá o caminho mais rápido de como se tornar designer gráfico, e conseguir seu emprego.

Essas mesmas frases vão revelar quais habilidades você precisará para ter sucesso e conseguir seu primeiro emprego como designer.

Vamos detalhar cada uma dessas habilidades e como um curso onde você estuda apenas 30 minutos por dia, sem que você precise abrir mão do seu trabalho atual, pode te ajudar a conquistar o seu objetivo:

Conhecer o caminho de como se ser um Designer Gráfico profissional.

Essas dicas também vão te ajudar a trabalhar como freelancer caso esteja cansado de ser empregado e receber ordens.

como se tornar designer gráfico freelancer

1. Profissional de Ofício - O Verdadeiro Designer Gráfico

Requisito de trabalho real:

“Estamos buscando um profissional júnior, habilidoso e apaixonado pelo que faz, que seja detalhista e que possa produzir trabalhos perfeitos que passarão por um rigoroso processo de qualidade e avaliação.”

O que estão procurando:

Um profissional que esteja pronto, que já tenha as habilidades necessárias para a vaga de emprego e que não precise ser treinado pela empresa.

Para a maioria das empresas treinar novos colaboradores já não é mais viável, além de tomar tempo e deslocar mão de obra para a execução do treinamento, o mercado está muito acirrado, a concorrência é feroz entre as agências de Design…

Os clientes solicitam projetos cada vez mais complexos, isso significa que há menos tempo para treinamentos.

As empresas estão em busca de profissionais que já possam “caminhar” sozinhos com o mínimo de orientação possível.

É aquele velho clichê:

“Não se consegue um bom emprego sem experiência, e não se consegue experiência sem um bom emprego.”

É por isso que em nossos cursos você executará projetos reais, que possivelmente você terá que lidar em um futuro próximo, seja como empregado de alguma empresa ou freelancer, assim você verá como se tornar designer gráfico freelancer dividido por etapas e em pouco tempo.

Fazemos isso para te deixar o mais preparado possível para o mercado de trabalho. Tudo para que você não diga “e agora como resolvo esse problema?” diante de um projeto real.

Embora você comece com uma base sólida sobre teoria e conceitos de como se tornar designer gráfico, nosso foco é lhe preparar para o que as empresas exigem de um profissional da área.

É exatamente por isso que contamos com professores que além de lecionarem em faculdades de renome, também atuam no mercado de trabalho e sabem exatamente o que as empresas buscam, assim podemos lhe mostrar o caminho mais curto sobre como se tornar designer gráfico freelancer.

como se tornar designer grafico

2. Crie Processos Para Se Tornar Designer Gráfico Profissional

Requisito de trabalho real:

“Capacidade de lidar com problemas e propor soluções assertivas; traduzindo insights de pesquisa em ideias que solucionam o problema do cliente, projetando um fluxo de trabalho, e processos detalhados do começo ao fim na execução e solução de um projeto.”

O que estão procurando:

Um profissional que entenda o que é preciso para solucionar um determinado problema de um cliente.

Toda empresa batalha para manter seus clientes felizes. Para que você possa se tornar profissional de design gráfico bem-sucedido é preciso ajudá-la nessa tarefa que na maioria das vezes não é fácil.

Realizar um briefing com um cliente vai muito além de criar artes com visuais incríveis e obter curtidas em redes sociais.

Trata-se de realmente solucionar o problema do cliente gerando um resultado positivo para ele, apresentando maneiras inteligentes e eficazes para cumprir metas que o cliente deseja, e depois executá-la com perfeição.

Essa é uma habilidade abstrata e a melhor maneira de aprendê-la é fazendo, na prática, todavia existem alguns conselhos que podem te ajudar a conseguir a dominar essa habilidade em um curto espaço de tempo.

Na Escola Design temos aulas teóricas com algumas dicas e truques para você conseguir dominar essa área com menos esforço e tempo possível.

como se tornar designer grafico freelancer

3. Gerenciamento de Tempo

Requisito de trabalho real:

“Capacidade de lidar com elevada carga de trabalho sob pressão, priorizando os projetos de maneira eficiente e assertiva. Ser flexível e estar disposto a sair de sua zona de conforto com mudanças de prioridade em um ambiente altamente dinâmico, resolver problemas e cumprir prazos exigidos.”

O que estão procurando:

Um profissional de design gráfico que possa cumprir metas dentro de um determinado período de tempo.

Uma coisa é dominar a habilidade de se comunicar e realizar um excelente briefing com o cliente. Outra coisa é fazer tudo isso em um curto espaço de tempo.

Gerenciar projetos de médio e grande porte em um curto espaço de tempo é fácil de prometer, mas difícil de cumprir, até mesmo os profissionais mais experientes enfrentam contra tempos e acabam falhando aqui.

É por isso que ao se matricular na nossa escola você ganha de bônus dicas de como gerenciar seu tempo e como lidar com essas situações, administrando da melhor maneira possível o seu dia a dia e cumprindo os prazos estipulados pelo seu cliente ou pelo seu superior.

Está gostando do nosso artigo sobre Como Se Tornar Designer Gráfico?

Faça uma pequena pausa e compartilhe esse conteúdo com amigos, se foi útil para você, pode ser útil para outros também.

4. Software

Requisito de trabalho real:

“Nível intermediário em Adobe Illustrator, Indesign e Photoshop.”

O que estão procurando:

Um profissional de design gráfico que entenda um pouco de cada software.

Quando o empregador exige o domínio de uma longa lista de ferramentas de design, pode ser difícil que encontrem o que procuram, porquê provavelmente não há um ser vivo no planeta que domine tudo que o Photoshop pode oferecer, desafio inclusive colaboradores da Adobe.

Se você não é tão bom no Illustrator, mas é fera no Indesign, o que então te qualifica como um profissional de nível “intermediário”?

Não se preocupe muito com isso, embora cada empresa busque habilidades diferentes em um profissional, dificilmente você fará um teste por escrito, ou  explicará de maneira verbal cada ferramenta e suas funcionalidades.

Na verdade, o que eles querem, é um profissional que tenha um amplo conhecimento dos softwares, e que seja capaz de realizar trabalhos reais, nada muito específico.

Para que você possa se sair bem em uma entrevista de emprego como essa, aqui na Escola Design você dominará os principais softwares do mercado, como, por exemplo, Photoshop, Illustrator, Indesign, Corel Draw e muitos outros…

Você começará da estaca ZERO até o nível Avançado, conhecerá as principais ferramentas e truques de cada software e executará alguns projetos reais.

como ser um designer grafico

5. Pense de Forma Colaborativa e Criativa em quanto Designer

Requisito de trabalho real:

“Capacidade de resolver problemas por ser colaborativo, criativo, analítico e ter um bom relacionamento interpessoal.”

O que estão procurando:

Um profissional de design gráfico que agregue valor e some junto a equipe de trabalho, e não um peso morto.

Embora o Design seja um negócio, ele não se trata de uma linha de produção.

Para se tornar designer gráfico completo, além de procurar pessoas que entendam da parte técnica, as empresas também buscam colaboradores criativos, que tenha espírito de equipe e liderança, além de ser proativo.

Nenhum supervisor quer um membro na equipe que fique esperando ordens para que as coisas possam começar a andar, é preciso tomar a responsabilidade e ter iniciativa, seja o protagonista, não apenas um coadjuvante.

É por isso que aqui na Escola Design vamos compartilhar conselhos para você ter sucesso e se tornar designer gráfico ainda mais completo.

como_se_tornar_um_designer_gráfico

6. Para Ser um Designer Gráfico Além de Ideias é Preciso Explica-lás Claramente

Requisito de trabalho real:

“Conseguir se comunicar de forma clara e objetiva através de processos criativos, ter ideias e trabalhar em equipe.”

O que estão procurando:

Um profissional de design gráfico no “ponto”.

Não faz sentido ter grandes ideias se você não consegue explicá-las de forma clara, objetiva e rápida, seja para seu cliente ou para sua equipe.

É por isso que uma das habilidades que um designer deve dominar é de se comunicar com clareza.

Em nossa formação em designer gráfico compartilhamos com você essa habilidade tão importante.

Você aprenderá a se comunicar de forma clara e objetiva, passando muito mais segurança e confiança, seja para seu cliente ou equipe sobre suas ideias e pensamentos referentes aos projetos.

7. Para se Tornar Designer Gráfico Você Precisará de um Portfólio

Requisito de trabalho real:

“Um portfólio de Design Digital, pessoal ou profissional. Gostaríamos de ver tanto o trabalho final como também o documento .PSD.”

O que estão procurando:

Um profissional de designer que saiba resolver problemas.

O famoso, “eu mato a cobra e mostro o pau.”

Ninguém lhe dará um emprego de Designer apenas por criar artes visualmente incríveis, eles querem saber como você abordou o problema e o solucionou.

Pense bem, você não é um artista, você é um Designer profissional. A diferença é que um Designer resolve um problema e um artista não.

É por isso que as empresas querem ver como você abordou o problema e o resolveu.

Na Escola Design você poderá usar os exercícios e projetos feitos durante as aulas como seu portfólio.

Esse portfólio mostrará a evolução de toda a sua ideia até a solução completa do problema.

Logo, se você quiser mudar de carreira ou começar uma nova, mesmo que seja do absoluto zero e se tornar Designer Gráfico, conte com a Escola Design, nós cobrimos todos os requisitos que o mercado de trabalho exige. Permitindo que você se candidate com confiança e sucesso em qualquer vaga de emprego, mesmo em um setor competitivo.


Acesse nosso site agora e escolha o melhor plano para você.

Aqui vai mais 5 dicas extras…

Felipe Sousa
 

Filipe Souza é co-fundador e CEO da Escola Design. Quando ele não está planejando novas formas de criar cursos sobre Design Gráfico impressionantes ele gosta de passar seu tempo com sua família e amigos, acompanhado de uma boa cerveja artesanal e petiscos de boteco. Ele também é apaixonado por marketing digital e presta consultoria em suas horas vagas.

>